Educação numa época de incertezas: como gerir a escola em uma realidade atípica

Atualizado: 29 de Mar de 2020

Caminhos e cenários na pandemia .




Nos últimos meses de 2019 a Ásia, mais precisamente a China, começou a conviver com um vírus hoje conhecido por todos, o COVID-19. Naquele momento a humanidade não deu a devida atenção e chegamos à situação onde O MUNDO TODO está em casa.

No meio deste turbilhão de ações, buscando manter as pessoas a salvo, estão as escolas que precisam colaborar com as famílias as quais estão enfrentando desafios que, a geração como um todo não tinha condições e nem pretensão de se preparar. A evolução tecnológica evidenciada nas últimas décadas nos deu a ideia de que tudo poderia ser resolvido com a tecnologia e que essa seria auto-suficiente para lidar com qualquer obstáculo. Entretanto descobrimos que não é bem assim e nesse contexto surgem várias perguntas e vou apresentar aqui algumas que tratamos nos atendimentos realizados em escolas no Brasil e no Exterior:



1 - Quais os cenários que podemos enfrentar nesta pandemia?

2 - Como a escola deve proceder se os pais não são professores?

3 - Teremos EAD (Educação à distância) na educação básica?

4 - Agora será Homeschooling?

5 - Como atender a rede pública?

5 - Como organizar uma escola que não tem um projeto de tecnologia implementado?

6 - Como acompanhar o aprendizado dos alunos na modalidade de estudo remoto?

7 - Quando essa situação acabar como proceder com a retomada das aulas na minha escola?

8 - Como deve ficar a escola depois deste período? Oque preciso mudar?


São muitas perguntas que poderiam gerar várias boas reflexões e sugiro que debata com a sua equipe e algumas iremos levantar alguns pontos que podem ser utilizados na discussão na sua escola, ou muitas vezes no seu momento de auto-análise sobre a gestão da sua escola.

Quais os cenários que podemos enfrentar nesta pandemia? Para essa pergunta, preparamos um webinar (vídeo conferência aberta) realizado para mais de 100 escolas e você pode acessar a gravação neste link. No webinar tratamos sobre os cenários e ações sugeridas a gestores escolares, no qual destacamos como ponto chave para o sucesso de qualquer escola neste momento, a comunicação constante com as famílias. Assista ao vídeo e utilize em suas reuniões de equipe se desejar.

Como a escola deve proceder se os pais não são professores? Neste momento devemos analisar com muito cuidado quais atividades podem ser desenvolvidas sob a supervisão da família e as diferentes demandas para cada seguimento da escola. Assim os seguimentos da educação infantil e ensino fundamental menor geram maior preocupação. Nesse sentido, a escola deve escolher atividades curtas e valorizar a entrega de vídeos dos professores que os pais possam acessar a qualquer momento, se adequando à dinâmica da família que se encontra alterada e garantindo a permanência da relação entre os alunos e professores. Quanto aos seguimentos do ensino fundamental maior e médio, as aulas de tira dúvida neste momento são mais produtivas do que longas aulas de explicação de conteúdo que podem ser encontradas em vários canais no youtube e sites na internet. Os professores podem fazer uma curadoria de vídeos para indicação para que nas aulas de tira dúvidas seja valorizada a discussão de temas que os alunos tiveram dificuldades.

Teremos EAD na educação básica? Para essa pergunta a resposta é um simples não. O EAD é uma estrutura disponível no ensino superior e ocorre completamente no formato on-line, oposto a situação atual, iniciada com o ensino presencial, está em um momento remoto e retornará para um ensino presencial. Assim não invista em uma estrutura EAD e sim num modelo onde professores, equipe, alunos e famílias consigam manter contato e avançando na medida do possível no formato remoto. Além disso, faça ajustes na ordem dos conteúdos pedindo que os professores analisem quais tópicos poderiam ter sua ordem invertida sem prejuízo pedagógico para o aluno. Lembrando que no retorno esses tópicos podem no máximo ter uma rápida retomada e complementação de processo avaliativo formal (teremos outro texto sobre como proceder com as avaliações nas atuais conjunturas).

Agora será Homeschooling? Para responder essa pergunta vamos buscar uma definição para o termo. O homeschooling ou educação domiciliar é a formação letrada dos filhos tendo pais ou especialistas contratados como mentores. A prática remonta ao que, antigamente, era chamado de preceptoria, ou seja, o acompanhamento e orientação educacional de uma criança ou adolescente (fonte: https://escolaeducacao.com.br/homeschooling/ acessado em 28/03/2020). Com essa definição a resposta que o gestor de qualquer escola deve apresentar é NÃO. Pois se for assumido esse formato o aluno não estaria matriculado na escola e no Brasil esse modelo educacional ainda está em discussão. Assim evite utilizar este termo nas comunicações da sua escola com a família.

Como atender a rede pública? A rede pública deve estar atenta a todas as questões aqui apresentadas pois também enfrentará grandes desafios, como o crescimento da evasão escolar. Sendo assim, a questão central é a conexão com os alunos e as famílias. Neste caso indicamos pensar de forma criativa, visto que aspectos como a conexão do aluno com a internet podem ser obstáculos. Mesmo assim, se formos na linha da conectividade, os alunos poderiam ser atendidos via redes sociais, por podcasts no Spotify, SoundCloud, entre outros canais e aplicativos que estaremos indicando em nossas redes sociais. Mas será que não estamos pensando de maneira fechada? Podaríamos fazer uso de outros meios além da internet, como o rádio. Neste momento as escolas poderiam solicitar o apoio das rádios locais e os professores de todos os seguimentos fariam colaborações em programas explicando tópicos ou fazendo momentos de contação de histórias, sem necessidade de deslocamento pois é algo que pode ser feito pelo telefone. Somado a isso, ainda temos a TV local que poderia apresentar pequenos momentos de dicas de estudo e conteúdos para os alunos.

Como organizar uma escola que não tem um projeto de tecnologia implementado? O primeiro passo é manter a calma e organizar um plano de contingência, se precisar entre em contato que teremos o maior prazer em apoiar neste momento pois já estamos com um projeto em andamento de suporte emergencial a escolas. Segundamente, estabeleça ferramentas de comunicação com os pais, alunos e professores, existindo várias soluções como Zoom, Teams e Google meating. Após essa escolha, faça um plano de trabalho flexível considerando os cenários que apresentamos no vídeo do webinar. Lembre-se o professor não tem experiência com trabalho remoto e você precisa ajudá-lo neste momento pois a rotina dele também está impactada. Para tal, crie um roteiro de atividades contemplando produção de conteúdo, atendimentos on-line aos alunos e reuniões de alinhamento e formação das ferramentas que serão utilizadas ao longo do processo. Recomendamos desenvolver ferramentas gradualmente ao longo do trabalho, dando ao professor tempo de experimentar antes da utilização com os alunos.

Quando essa situação acabar como proceder com a retomada das aulas na minha escola? Essa pergunta exige uma visão de retorno as aulas de forma que o trabalho remoto não seja desconsiderado e não desapareça. Nos primeiros contatos, elabore atividades de acolhimento e integração. Ao longo de todo esse período, o grande desafio e o principal conteúdo que devemos abordar em nossa comunidade escolar é o aspecto emocional, muito exigido no momento de retorno das atividades normais e ao longo do processo remoto, lembre-se disso.

Como deve ficar a escola depois deste período? O que preciso mudar? Esta questão acredito ser a mais importante pois todos estarão diferentes, alunos , professores e pais viveram uma experiência imersiva no estudo remoto, aproveite as boas experiências desse momento e organize uma equipe para cuidar do projeto de Tecnologia Educacional da sua escola. Caso sua escola já possua um projeto, analise quais pontos precisam ser revistos e quais rumos podem ser tomados para desenvolver sua equipe e sua escola. Tenha em mente que 2021 já está começando pois as famílias tem novas expectativas da escola.

Por fim estamos a disposição para apoiar sua escola a qualquer momento, faça um agendamento de um atendimento para que possamos conversar e trocar ideias para sua escola. Caso precise de formação para sua equipe estamos com atividades formativas on-line gratuitas neste momento do COVID-19, agende uma chamada pelo email z26@z26.com.br


190 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Dados Comerciais

Contate-nos

Endereço Comercial

  • Ícone branco do Facebook
  • Ícone branco do Twitter
  • Ícone branco do Instagram

Z26 Metaeducação

CNPJ: 21.983.787/0001-29

Tel: (98) 98490-1446

Email: z26@z26.com.br

Rua das mitras n 13 , condominio Space Home. São Luis-Ma.